Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CLAMOR

Vem conjugar comigo o que não sei...
Ainda não aprendi, mas me proponho,
Neste meu coração habita um rei
Que é puro egoísmo, um enfadonho.

Reinando onde somente eu sou a lei,
Demais até proibo-os de ter sonho.
Agora, anos após, me deparei
Com meu eu solitário, um ser medonho.

Por nunca Te enxergar não Te conheço
E o peito chora lágrimas de dor,
Pois todo o tempo fiz tudo do avesso.

Humilde agora venho a Ti Senhor
Para aprender o que ainda desconheço...
A conjugação mor do excelso amor!

Grato, belíssima interação:

VENHO A TI

Escuta meu grito,
é de um coração aflito,
que nunca aprendeu a amar,
pois nasceu tão solitário,
como as contas do rosário,
que eu vivo a dedilhar.
Humildemente a Ti venho,
e em muito me empenho:
solução hei de encontrar.
                        (HLuna)
Kid verso
Enviado por Kid verso em 01/10/2020
Reeditado em 01/10/2020
Código do texto: T7076670
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Kid verso
São José dos Campos - São Paulo - Brasil
1157 textos (58687 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/09/21 01:54)
Kid verso