Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SUCATAS DE AMOR

                                       

Com a vida eu aprendi que o amor é fantasia!
Sucata de alegoria dos efêmeros carnavais!
Aprendi que foi engano acreditar que eu poderia,
Desfilar pela avenida...no bloco dos imortais.


Com a vida eu aprendi que o amor é zombeteiro,
Perspicaz  e traiçoeiro- é um falso festival!
E assim desavisada, eu amei só por inteiro...
Até aonde cintilaram as cinzas do meu carnaval.


Na poesia eu descobri que amor é só tempero!
É antítese nas entrelinhas-é só configuração...
Embeleza o enredo- um engano passageiro!
Pois amar é amargurar a própria aliteração!

Remontando alegorias- na poesia eu decidi
A rasgar a fantasia...com a vida eu aprendi.




MAVI
Enviado por MAVI em 25/10/2007
Código do texto: T709349

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Áudio
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MAVI
São Paulo - São Paulo - Brasil, 57 anos
5467 textos (343003 leituras)
994 áudios (87130 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 08:07)
MAVI