Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Soneto da Crucificação
Jorge Linhaça
 
Quarenta e nove cruéis chibatadas
Foram teu saldo por ser diferente
Tua coroa d'espinhos formada
Rasgou-te a fronte , o sangue vertente
 
Tu carregaste a cruz malfadada
entre o escárnio cruél de tua gente
Nesse martírio seguiste a estrada
Qual um cordeiro, calado, inocente
 
Quando os cravos as carnes rompiam
Dos pulsos e pés pregados na cruz
Poucos choravam e muitos se riam
 
Não percebendo tua grande luz
Dados jogavam e vinho bebiam
ali aos teus pés, ò Cristo Jesus
 
Salvador, 26 de fevereiro de 2012
 
Jorge Linhaça
Enviado por Jorge Linhaça em 27/10/2007
Reeditado em 07/01/2013
Código do texto: T712440
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Jorge Linhaça
Salvador - Bahia - Brasil, 59 anos
3725 textos (805189 leituras)
95 áudios (13622 audições)
1 e-livros (285 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/02/21 05:30)
Jorge Linhaça