Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto desértico

Fogo que queima a razão,
de dias que deixamos a vida levar
sem expressar a musicalidade
rítmica guardada debaixo da escada.

Consolação que esquenta na permissão,
acolhida detrás dos olhos
que sem razão não lembra como fazer,
vendo em sua existência o fogo da paixão.

No arco iris escalado por nós,
nos lábios sem razão do beijos,
arde no coração palpitante de esperança.

Entrega sem limite para ter como mostrar,
na explicação forte e ardida pela queima
gelada de sua justificativa desértica.
TCintra
Enviado por TCintra em 13/02/2021
Reeditado em 13/02/2021
Código do texto: T7183312
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
TCintra
Valparaíso de Goiás - Goiás - Brasil, 58 anos
374 textos (4093 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/04/21 18:22)
TCintra