Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VIS PERSONAGENS DESTA VIDA





Não há palavra por nosso nome que descure uma verdade
Quando ela repartida entre duas pessoas que se estimam,
Que todo o agoiro vem de pessoas em sua triste insanidade
É coisa de anos já estudada porque muitos ainda esgrimam.

Tenho pena desses acéfalos que desprezam a sã integridade
Pelo que o mundo se deve reger, isto eu sei e isto nos ensinam
As pessoas de bom carácter que prezam uma boa amizade
Em seu próprio nome e no dos outros, que se lhes aglutinam.

Mas, ah, pobres diabos, não sabem eles o que é o bem querer!
Vivência recalcada de quem tem maus juízos perante a vida,
E mais não faz neste imenso mundo do que deitar tudo a perder.

Sabem eles que ficarão merecidamente para sempre sozinhos?
Nem isso, coitados! Julgam insanos que a vida lhes é devida,
Só porque se acham – ó pobreza! – uns tristes e vis coitadinhos.

Jorge Humberto
30/10/07







Jorge Humberto
Enviado por Jorge Humberto em 01/11/2007
Código do texto: T719157
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jorge Humberto
Portugal, 51 anos
2622 textos (67243 leituras)
22 áudios (940 audições)
13 e-livros (542 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 00:22)
Jorge Humberto