Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

INCOMPATÍVEL





Má sorte infrutífera de quem nos tenta separar
Palavras vis de todos quantos não sabem amar
Quanto mais gostar de si próprios e dos de mais
Comportando-se igual a meros e certos animais.

Mas a esses, doces criaturas, não podemos julgar
Mais não fazem na vida do que tentar agradar
Os que os julgam com respeito sem males iguais
Tidos humanos sem deveres comportamentais.

O homem não presta, sua raiz é deveras maldosa
Infernizam a vida dos outros não se respeitando
E nem sabem o que é viver uma vida extremosa.

Quanto mais fazem para destituir férreo amor
Mais vão na vida dos outros assim se queixando
Que todos e mais alguns lhes devem farto favor.

Jorge Humberto
30/10/07






Jorge Humberto
Enviado por Jorge Humberto em 02/11/2007
Código do texto: T720440
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jorge Humberto
Portugal, 51 anos
2622 textos (67240 leituras)
22 áudios (940 audições)
13 e-livros (542 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 19:15)
Jorge Humberto