Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pelos ramos da fé

Que seja minha língua preparada
Ao conforto daqueles abatidos,
Que seja obediente ante os gemidos
Meu ser com minha fé inabalada.

Os ramos espalhados pela estrada
Ao calvário se estendem precedidos,
Do Filho ao Pai virão os seus pedidos:
Meu Deus, meu Deus, a história consumada!

Quaresma penitente de ano raro
De deserto obrigado mais que rito
Cristão. O mundo veja-se restrito

Por um vírus mortal, veloz disparo.
Consolo está na Cruz, morte pró-vida,
És o único remédio a esta ferida.
Márcio Adriano Moraes
Enviado por Márcio Adriano Moraes em 28/03/2021
Reeditado em 28/03/2021
Código do texto: T7218391
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Márcio Adriano Moraes
Montes Claros - Minas Gerais - Brasil, 37 anos
1244 textos (134936 leituras)
23 áudios (2525 audições)
159 e-livros (209303 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/05/21 01:01)
Márcio Adriano Moraes

Site do Escritor