Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Abandono


Exilei-me de mim, completamente,
desde o primeiro beijo que te dei.
Depois de tanto tempo inda não sei
se há lugar pra mim na minha mente.

Nem mesmo sei ao certo se sou gente,
ou sou algum destroço do passado.
Meu coração -ainda um exilado-
descompassado, bate inconsistente.

Sinto que até min'alma foi-se embora,
deixando sobre a mesa, de penhora,
os versos que, de ti, eu escondia.

Mas, apesar de mim, o sol desponta...
e sempre algum poeta paga a conta
do tolo que bebeu a poesia.
Herculano Alencar
Enviado por Herculano Alencar em 11/11/2007
Código do texto: T733066
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Herculano Alencar
São Paulo - São Paulo - Brasil, 63 anos
1458 textos (63900 leituras)
20 áudios (410 audições)
13 e-livros (3837 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 04:05)
Herculano Alencar

Site do Escritor