Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

GRITO E PRANTO

GRITO E PRANTO

Ouço o cantar tristonho do urutau,
E enquanto a sombra dele, contra a lua,
Entra em meus olhos meu medo flutua
Sobre o céu do meu mundo cerebral.

Logo, volta-me minha infância nua,
Sombra tétrica e canto gutural
Que no meu ser encontra um tempo tal
Onde, a intervalos, o terror me acua.

Porém, bem cônscio de ser um adulto,
Sei meus temores não são infantis,
Nem sobressaltos do meu ser inculto.

São penados ais dos muitos brasis
Onde, há tempos, o povo está sepulto
No canto triste do ser infeliz.

The, 12/11/2007 – H.M.Feitosa
Feitosa
Enviado por Feitosa em 12/11/2007
Reeditado em 13/11/2007
Código do texto: T734253

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Feitosa
Teresina - Piauí - Brasil, 64 anos
133 textos (2530 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/17 22:53)
Feitosa