c59e42a4eec3730951dcc9d06dfb8eec.jpg

SOL E ESPERANÇA
por Juliana S. Valis




Quando o sol se põe, assim, no sonho

Muito além da brisa que esta vida traz,

Toda luz rendida ao verso mais tristonho

Transforma-se no êxtase do amor voraz...


 


Quando o sol se põe, assim, no verso

Sempre tão disperso como a alma, em si,

Todo escarcéu sem calma, no universo,

Rende-se à verdade que se esvai daqui !



E, desse modo, todo espetáculo de amor sublime

Transcenderia a angústia que já nos invade,

Sem pedir licença à dor que nos redime...

 



Ah, bem poderia o sol transmutar-se agora

Em réquiens de esperança em cada tempestade,

Na jornada que se lança em cada breve aurora. 



e07c7d70d13db0d573022620364639b8.gif

Fonte da imagem: https://br.pinterest.com/pin/557320522630797244/

Primeira imagem: https://br.pinterest.com/pin/406027722665138767/


---


https://literaturadigital.recantodasletras.com.br/