Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não há no mundo amor igual

Dentro do peito, me prostrando ao chão,
o meu amor explode, sem saber
como se comportar, e eu fico a ver
coisas que só uma alucinação

pode explicar. E eu sinto, eu acredito
até que teu amor pudesse ser
igual ao meu. E custo a perceber
que a reciprocidade é só um mito,

é só quimera, nada mais. Não há
no mundo amor que possa ser igual
ao meu. Não há. Eu custo a acreditar.

Não há no mundo alguém que possa dar
a vida pra te amar, que passe mal
só em te ver ou te escutar. Não há.
Paulo Camelo
Enviado por Paulo Camelo em 19/11/2005
Código do texto: T73719
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Paulo Camelo
Recife - Pernambuco - Brasil, 72 anos
924 textos (287709 leituras)
36 áudios (11123 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/02/20 07:48)
Paulo Camelo

Site do Escritor