Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SONETO TRANS/VERSAL
      a Fernando Pessoa 

 

Se alguém diz que ainda escreve só com spleen,

Vem-lhe logo uma voz crítica estancar a

dor a imagens;

Pois quem sente que um soneto já não diz,

Tece os versos a distancia, fantasia

as palavras.

 

Põe aos pés de cada quadro de um Camões,

Do Byron que inspirou a Lira dos

Vinte Anos;

Pelo menos mais três sílabas-senões

Quinta-essência desta lira trans/versal e

mediana.

 

E isso, mesmo que nos dois terços finais,

A dor volte a conduzir a terapia

Da estética – a atenção que leva à paz;


Já que a dor que ilumina a travessia

Termina por dar à luz luzes a mais

A fingir ser a do mestre que fingia.

 

Wancisco Franco
Enviado por Wancisco Franco em 25/11/2007
Reeditado em 25/12/2008
Código do texto: T752725

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wancisco Franco
São Paulo - São Paulo - Brasil
101 textos (7280 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 22:22)
Wancisco Franco