Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUANDO VIESTE PARA MIM (para Nan)


                                     



Mas foste tu que vieste para me salvar,
Protegendo-me de mim mesmo insano,
Quando tudo parecia perdido, inumano,
De belo sorriso franco a me deslumbrar.

Que seria de mim, vejo-me a perguntar,
Se não fosse suficientemente humano,
Para te aceitar sem causar algum dano,
Que não o de simplesmente só te amar.

Pois foste tu que me devolveste alegria,
Amando sem restrições e sem maldade,
Co tudo aquilo que ao Homem contagia.

E sou a pessoa mais feliz, neste mundo,
A certeza de nos tratarmos co igualdade
A verdade, de que um dia, teremos tudo.

Jorge Humberto
26/11/07




Jorge Humberto
Enviado por Jorge Humberto em 28/11/2007
Código do texto: T756454
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jorge Humberto
Portugal, 51 anos
2622 textos (67240 leituras)
22 áudios (940 audições)
13 e-livros (542 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 16:52)
Jorge Humberto