Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A MORTE DE UM CORAÇÃO! // TORRENTE DE AMOR (com Milla Pereira)

A MORTE DE UM CORAÇÃO!
(Milla Pereira)
 
Louca fui eu em dar-te o meu amor
E viajar nessa nave de ilusão...
Com efeito, feriste-me o coração
Pois tu eras o meu dono e senhor!

As falsas palavras que eu ouvi
Nas quais eu fiz questão de acreditar.
Foram como lâminas a cortar
O meu peito, tão ferido por ti!
 
Hoje só e de todo amor descrente,
Tentando apagar essa paixão
Que é o meu castigo e tormento,
 
O mundo a minha volta é sofrimento.
Nem ouço mais bater meu coração
Que morta encontro-me, eternamente!
 

TORRENTE DE AMOR (Réplica)
(Mario Roberto Guimarães)
 
Tiro o chapéu à tua inspiração,
Sinto orgulho pelo teu versejar,
Nasceste, com efeito, pra brilhar
Na poesia, como na paixão.

És a poetisa e musa sem par
Que, fundo, me tocou o coração,
Transformas num instante em emoção
Cada segundo que eu vivenciar.

Se escreves um soneto tão tristonho
E dizes estar morta eternamente,
Não é do nosso amor que estás falando,

Posto que de mim sabes quanto e quando
Tomaste a minha alma qual torrente
De amor - e não me deixas, nem em sonho.
Mario Roberto Guimarães
Enviado por Mario Roberto Guimarães em 29/11/2007
Código do texto: T757136
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mario Roberto Guimarães
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 65 anos
1956 textos (232011 leituras)
2 áudios (632 audições)
1 e-livros (651 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 18:16)
Mario Roberto Guimarães