Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SAINDO DA CAMA



Quando deixei  nossa cama bem cedinho,
não queria acordá -la com meu carinho.
Para deixá-la descansar daquelas horas,
quando amamos sem pudor, noite afora.

Você, no entanto, se acordou com meu pisar
e, abrindo a boca com sorriso, disse  assim:
- Não vá agora me deixar, me abandonar,
ainda é tempo para repetir nosso carinho.

Quando escutei, eu voltei na mesma hora
e  dirigi-me rapidamente  até a cama
e resolvemos apagar toda a chama.

Depois de horas de aconchego e carinho,
eu  me despedi com um beijo demorado,
e  prometi estar de volta ao fim do dia.



19-11-07 -VEM
Vanderleis Maia
Enviado por Vanderleis Maia em 29/11/2007
Reeditado em 14/08/2008
Código do texto: T758260
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vanderleis Maia
Imperatriz - Maranhão - Brasil
1412 textos (112755 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 02:04)
Vanderleis Maia