Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Retrato ausente

Há em mim qualquer coisa de profundo,
Abismos de virtude e de visões,
E há lá dentro abissais grutas sem fundo,
Onde permeiam vagas negridões.

Psicologicamente tremebundo,
Sinto a Essência vibrar nas vastidões...
Mas ao entendimento do segundo
Sinto-a fugir, também, sem dar razões.

Ignoro-me, ao final. E, sem alarme,
Os olhos passo pelo pueril
Retrato de meu rosto agora ausente.

(À força do fastio, fui olhar-me
Ao espelho, e a imagem refletiu
Costas e nuca, tão clarividente...)
wsdafae
Enviado por wsdafae em 06/12/2007
Reeditado em 17/02/2008
Código do texto: T766727
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
wsdafae
São Paulo - São Paulo - Brasil, 27 anos
89 textos (7280 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 23:33)
wsdafae