Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

1649-SILVIA ARAÚJO MOTTA:MINHA ESTRELA D ´ALVA-Soneto autobiográfico

1649-SILVIA ARAUJO MOTTA: MINHA ESTRELA D ´ALVA-Soneto

Soneto-clássico-decassílabo-sáfico-heróico-autobiográfico
Por Sílvia Araújo Motta

Hoje tenho uma estrela linda, terna
sempre a brilhar no céu da boca e peito...
Alma ferida tem certeza eterna
porque na terra quis amor desfeito.

Assim, bem alta como a tez materna
sempre oferece orgasmo ao corpo eleito...
um pensamento em cada braço ou perna
rompe barreiras, beija o nu perfeito.

A Estrela D´Alva não me pede nada!...
Chega brilhante, sem pudor e ardente
vem agitar meu sangue e sai calada...

Suavemente, fecho os olhos...Sonho
até encontrar de novo a luz somente!
Sem reclamar, seguir eu me proponho.
-
Belo Horizonte, 6 de dezembro de 2007.
---***---

Silvia Araujo Motta
Enviado por Silvia Araujo Motta em 07/12/2007
Reeditado em 05/01/2008
Código do texto: T768065
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Silvia Araujo Motta
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 66 anos
6968 textos (707398 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 14:47)
Silvia Araujo Motta