Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto monossilábico V

Há mais de um mês que não há paz em mim;
há mais de dois, meu bem se foi no mar
e o mar sem fim não traz meu bem, pra dar
a paz que já se foi, e à dor pôr fim.

Mas não há mar que vá me dar a paz;
meu bem não vem, e a dor que dói em mim
é mais que o mar, é mais que o céu sem fim,
é mais que a luz do sol, eu sei que é mais.

A dor que dói em mim fui eu que pus.
Fui eu que quis, e não o mar; fui eu.
Meu bem quis ir ao mar, mas eu não quis.

Meu céu não tem mais cor, não tem mais luz,
a paz se foi, e o bem - que já foi meu -
se foi no mar. A dor fui eu que fiz.
Paulo Camelo
Enviado por Paulo Camelo em 01/04/2005
Código do texto: T9125
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Paulo Camelo
Recife - Pernambuco - Brasil, 72 anos
936 textos (291233 leituras)
36 áudios (11191 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/09/20 22:28)
Paulo Camelo

Site do Escritor