Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Canto ao amor

Em ti sentindo a minha inspiração,
faço poemas, faço loas, canto,
eu grito alto todo teu encanto
e solto a voz na mais pura canção

que minha parca voz pode entoar.
E, se não canto, permaneço mudo,
esqueço o mundo em volta, esqueço tudo,
e, se não canto, escuto o teu cantar.

O teu cantar pra mim é mavioso,
a tua voz é pura melodia,
esse teu belo corpo é o meu templo.

A minha alma explode em puro gozo;
em paz com a vida, pleno de euforia,
eu olho para mim e me contemplo.
Paulo Camelo
Enviado por Paulo Camelo em 05/04/2005
Código do texto: T9946
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Paulo Camelo
Recife - Pernambuco - Brasil, 72 anos
936 textos (290280 leituras)
36 áudios (11169 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/07/20 13:29)
Paulo Camelo

Site do Escritor