Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Como compor uma glosa?

Glosa é uma modalidade poética própria do Nordeste do Brasil. Segundo a Wikipédia, ela foi registrada inicialmente "em Português no "Cancioneiro Geral" de Garcia Resende (1536), que colecionou 880 poemas".

Há vários formatos de glosa. Um deles é o da cantiga que tem um mote de quatro ou cinco versos e a glosa de oito ou dez.

A mais praticada é a dos cancioneiros nordestinos, que obedecendo a um mote, a determinar o tema do desafio, compõe-se a glosa, um poema heptassílabo ou decassílabo de dez versos (décima) cuja rima obedece ao seguinte esquema: ABBAACCDDC, sendo o mote repetido nos dois últimos versos do poma.

Exemplo:

Mote de Madalena Castro
"Amor só presta com beijo
Aconchego e muito abraço."

A um passo da loucura
Por Alberto Valença Lima

Encontro uma morena
Pras bandas de Cabrobó
Que veio lá de Orobó
Não acertei nem centena
Era uma gata chilena
Ela não me dava espaço
Queria eu fosse palhaço
Quando olhei vi seu aleijo
Amor só presta com beijo
Aconchego e muito abraço.
Alberto Valença Lima
Enviado por Alberto Valença Lima em 23/09/2018
Código do texto: T6456959
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Alberto Valença Lima
Recife - Pernambuco - Brasil, 68 anos
1363 textos (182244 leituras)
7 áudios (1314 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/19 13:21)
Alberto Valença Lima

Site do Escritor