Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DISSECANDO POESIA: CECÍLIA MEIRELES - Aula no ensino fundamental


 
JOGRALZINHO _ Leia em dupla (voz alta) o poema de 8 estrofes, procurando nas pausas a sugestão do movimento contínuo de um jogo de duas bolas:  a masculina pula e a feminina rola.  ----- Texto:
 
"JOGO DE BOLA --- A bela bola / rola / a bela bola do Raul. // Bola amarela, / a da Arabela.  //  A do Raul, / azul. // A bola é mole, / é mole e rola. //  A bola é bela, / é bela e pula. // É bela, rola e pula. // É bela, rola e pula, / é mole, amarela, azul. // A de Raul é de Arabela, / e a de Arabela é de Raul."  ----- Do livro Ou isto ou aquilo.
 
SIGNIFICADOS - Bela - que tem forma agradável ou perfeita; bola - qualquer corpo esférico;  rola - faz girar;  Raul - menino; Arabela - menina.
 
DESENVOLVIMENTO
 
1---A bola é bela, está rolando, pertence a Raul. --- Pense num jogo de bola entre duas crianças, ele e ela; na primeira estrofe, os versos sugerem duas bolas paralisadas, cores diferentes - nota-se movimento na quarta estrofe quando a bola passa de um jogador para outro - fixe os sons das palavras.
 
2---Sétima estrofe, sensação de jogo rápido (leiam juntos, acelerados), não mais se distingue uma bola do outra  ----- "É bela, rola (...) azul." - jogo rápido - não se distingue a bola amarela da azul e a bola que rola da bola que pula:  a que rolava começou a pular, a amarela tornou-se azul.
 
3---Oitava estrofe (leiam juntos, descansando) - agora união.
 
4---Seis versos reunidos em dois grupos sugerem o movimento das bolas.  O que existe de comum em cada um desses versos e os distingue?
1-PUla -  aZUl  /  BOla - BEla / BEla - PUla
2-ROla - amaREla / BOla - MOle / MOle - ROla
Frequência de vogais abertas e aliterações (repetições de sons iguais) das consoantes "b" (bê) e "l" (éle).
 
5---Efeito expressivo do poema - movimento e ruído da bola e consequentes alegria-despreocupação-felicidade-momentos da infância...
 
                                        x-x-x-x-x
 
Livro OU ISTO OU AQUILO (poemas Rômulo rema, Colar de Carolina, Bolhas, Procissão de pelúcia, A lua é do Raul, A égua e a água.........) - Palavra concreta, fixação de vogais/consoantes transformada em jogo poético.  "É pelos sentidos e não pela inteligência que a criança guarda suas primeiras impressões.  E que impressão pode ser mais forte, no inicio da leitura, que o impacto das forças naturais condensadas na poesia?  A criança é instintiva, cósmica, e não precisa de intérprete para a poesia, porque ela já é seu idioma natural" (Maria Clara Machado).
 
                                                F  I  M

Rubemar Alves
Enviado por Rubemar Alves em 07/09/2018
Código do texto: T6442086
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Rubemar Alves
Salto - São Paulo - Brasil, 52 anos
908 textos (53443 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/19 03:38)
Rubemar Alves