Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FOLCLORE INDÍGENA - PARTE II (cont.)


 
9-VITÓRIA-RÉGIA  -  Numa tribo da Amazônia nasceu uma indiazinha de pele clara como a lua e a tribo festejou como sendo uma bênção de Tupã a toda a nação indígena.  O tempo foi passando e a pele da menina e tornou rosada como o peito da jaçanã - com este nome foi batizada e pelo pajé consagrada como filha de Tupã, o único a quem ela poderia amar.  Cresceu muito bela, encantando rapazes de todas as tribos, mas a lei de seu povo ordenava que os olhos dela jamais se fixassem num mortal.  Já moça e vaidosa de sua beleza,  ia diariamente admirar-se durante horas na água espelhada do rio Amazonas.  Certa manhã foi surpreendida por um belo e jovem índio da tribo vizinha  que entregou seu coração à virgem sagrada..  Os olhos da jovem agora brilhavam mais, passou a sorrir e o pajé ordenou que a vigiassem.  Proibida de se avistar com o escolhido, resolveu fugir com o bravo guerreiro, mas acabou aprisionada e condenada à morte.  Ao saber do destino da amada, a guerreiro tentou salvá-la;  foi morto pelos guerreiros da tribo de Jaçanã que então aceitou resignada o seu sacrifício, caminhando tranquila até o rio, cujas águas lhe serviriam de túmulo.  Após seu último mergulho, outras virgens atiraram penas brancas de garça sobre as águas, para simbolizar a pureza de Jaçanã  Jaci, a lua, que tudo apreciara do alto do céu, fez com que a bela prometida de Tupã surgisse do fundo do rio-mar transformada numa flor alva como as penas da garça que cobriam sua sepultura líquida.  Assim nasceu a VITÓRIA-RÉGIA nas águas do rio Amazonas.
 
               ---------------------------------------
 
NOTAS DO AUTOR:
 
JAÇANÃ - Ave com plumagem negra, manto castanho, bico amarelo, podendo chegar a 23 cm de  comprimento - caminha sobre as águas, daí o apelido "pássaro-Jesus" - fêmea é maior que o macho e forma um harém - macho da espécie cuida do ninho e choca os 4 ovos por 28 dias.  Nome se popularizou na canção "Trem das onze", de Adoniran Barbosa:  "Moro em Jaçanã........." - zona norte do município de São Paulo.   ---   GARÇA - Ave de pernas longas, asas grandes e pescoço comprido, bico longo-reto-pontudo em forma de lança - encontrada em lagoas, pântanos, brejos e rios.   ---   VITÓRIA-RÉGIA - Homenagem do botânico inglês JOHN LINDLEY à rainha VITÓRIA, do Reino Unido, século XIX.
 
                                     F  I  M

Rubemar Alves
Enviado por Rubemar Alves em 30/11/2019
Código do texto: T6807203
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Rubemar Alves
Salto - São Paulo - Brasil, 52 anos
911 textos (53613 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/19 08:07)
Rubemar Alves