Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DIREITO CIVIL POESIA 06 – ARTIGOS 22 a 25
 
Quem desapareceu sem dar notícia
Sem deixar representante ou procurador
O juiz de ofício ou a requerimento
Deve declarar a ausência, e nomear um curador
 
Também se outorga de poder
No mandado for insuficiente
Ou se não quiser ou puder continuar
O mandatário do ausente
 
De acordo com as circunstâncias
E o disposto na legislação em vigor
O juiz definirá, ao nomear
Os poderes e obrigações do curador
 
Não havendo separação
Até dois anos ou judicialmente
O cônjuge será o curador
No ato da declaração de ausente
 
Depois os pais e os descendentes
Nessa ordem, sem embargo
Não havendo impedimento
Que os impeça de exercer o cargo
 
Na falta das pessoas citadas
Ou impedimento por outro fator
Compete ao juiz da causa
Escolher um curador

LEIA AS PUBLICACÕES DESSE PROJETO NO SITE:
www.wilsonmagalhaes.com
Wilson Magalhães
Enviado por Wilson Magalhães em 02/01/2020
Reeditado em 04/01/2020
Código do texto: T6832730
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Wilson Paulo Magalhães, site www.wilsonmagalhaes.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre o autor
Wilson Magalhães
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 60 anos
42 textos (537 leituras)
11 áudios (321 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/01/20 08:50)
Wilson Magalhães

Site do Escritor