Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

``Gente do Belém do Descalvado e seu assuntos jurídicos``

Trazemos para estas páginas, assim como, nas das próximas edições, traduções de documentos históricos, como este, abaixo, testamento que, data do ano de 1873, portanto, com 147 anos. Nossa intenção, é passar para os leitores com interesse na nossa história, as informações coletadas em nossas pesquisas. Partilhar conhecimentos, é o que queremos.
∞
 ``Gente do Belém do Descalvado e seu assuntos``
- I -
(Respeitamos os dados originais deste documento)
Testamento de João Alves de Araujo
Theor
He este o meo testamento e dizposição de ultima vontade Declaro que sou natural da Freguezia de Nopsa Senhora de Itajubá / Minas Gerais - filho legitimo de José Alves de Araujo, e Joanna Theodora dos Reis, já fallecidos. Mando que por min’alma se mandem dizer duzentas mipsas. Declaro que sou solteiro e não tenho filhos, pelo que deixo todos os meus bens tanto os que agora popsuo, como os que para o futuro popsa adiquirir - ao menor Anastacio de Araujo que morou em minha companhia, e é filho de Rita de Capsia, já fallecida, não podendo o dito menor alhear e dispõr de qualquer bens antes de completar a idade de trinta e cinco annos, nem mesmo para pagamento de dividas que elle haja contrahido até aquella idade; e depois gozará livremente de ditos bens, e por sua morte senão tiver filhos que lhe devão succeder papsarão  epses bens a todos os meus afilhados com igualdade. Declaro que se para o futuro me cazar , e tiver filhos do matrimonio - quero que se dê ao dito João Anastacio de Araujo, na minha terça, uma parte igual como a ligitima de meus filhos, em cujas parte succederá o dito menor com todas as condições e clauzulas acima declaradas, a respeito da sucepsão da universalidade dos meos bens . A meo escravo José, pardo filho de minha escrava Thereza, crioula, ficará livre sem condição alguma, por minha morte, e lhe deixo a quantia de um conto de reiz. A minhas cinco sobrinhas filhas de minha irmã Maria Theodora dos Reis, deixo a quantia de um conto e cem mil reis, repartida na seguinte forma : Anna, trezentos mil reis ; Maria Theodora duzentos mil reis; Maria Joanna- duzentos mil reis; Rita duzentos mil reis; Rozalina, duzentos mil reis. Nomeio para testamenteiros em primeiro lugar o Capitão Joaquim Félix Pereira de Carvalho, e em segundo ao Doutor Victor Meyer. Está é a minha ultima vontade, e disposição para depois de minha morte. Vão escriptas a meo pedido por Antonio Augusto de Bezerra Paes, e apsignadas de meo proprio punho por as achar em tudo conformes. Sitio do Sobradinho, em Bellem do Descalvado vinte e cinco de Agosto de mil oitocentos e setenta e tres- João Alves de Araujo. Instrumento de approvação. Saibão quantos virem este publico instrumento que no anno do Nascimento de Nopso Senhor Jesus Christo de mil oitocentos e setenta e trez aos vinte e cinco de Agosto deste anno nesta Fazenda chamada Sobradinho- do Termo do Belem do Descalvado, onde a chamado vim eu Tabellião adiante nomeado sendo ahi presente João Alves de Araujo, doente, de cama, mas segundo o meo entender em seo perfeito juizo, do que dou fé, bem como de ser elle o proprio, por ser de mim bem conhecido, e sendo tambem presentes as testemunha(z) no fim d’este nomeadas e apsignadas, perante ellas o dito João Alves de Araujo me entregou este papel disendo ser o seo testamento escripto a seo rogo por mim Tabellião tomei de sua mão, vi, e não li e achei não Ter borrão, entrelinhas ou couza que duvida faça, e a elle Testador perguntei si era este o seo testamento e si o ha por bom firme e valioso; ao que respondeu que sem duvida é este o seo testamento que o há por firme , valioso e bom, e que por isso me pedia este instrumento de approvação, o qual  eu fiz : tendo começo na linha immediata á apsignatura do Testador e rubriquei a folha em que se acha o testamento escripto e que contem cincoenta e cinco linhas, com a minha rubrica= A.A.B.Paes testemunhas ahi  presentes o Doutor Victor Meyer, Izahias Pereira de Carvalho, Florencio José da Luz, João Babtista de Camargo, e José Joaquim da Silva Rangel que apsignão com o testador, depois de por mim ser lido.  Eu Antonio Augusto de Bezerra PaesTabelião vi escrevy e apsigno em     publico e  raza. Em testemunho da verdade. / Signal publico /  O  tabeliao, Antonio Augusto Bezerra Paes - João Alves de Araujo- Doutor Victor Meyer - Izaias Pereira de Carvalho- Florencio José da Luz- João Baptista de Camargo- José Joaquim da Silva Borges - Ámargem sobre sai estampilha de quatrocentos reis: Sitio do Sobradinho, no Belem do Descalvado, vinte e cinco de Agosto de mil oitocentos e setenta e tres. O Tabeliào A. A.B.Paes .
-.∞.-
Fonte: Nosso acervo - ``Processo Findos``.
mario.bonitattibus@gmail.com        19 99709 3728         Descalvado, S/P


Marinhosb
Enviado por Marinhosb em 12/02/2020
Código do texto: T6864837
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Marinhosb
Descalvado - São Paulo - Brasil, 70 anos
3 textos (33 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/08/20 08:39)
Marinhosb