Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

JUSTIÇA DETERMINA QUE INSS ENCERRE PROCESSO ADMINISTRATIVO EM ATÉ 30 DIAS



JUSTIÇA DETERMINA PRAZO DE 30 DIAS PARA INSS ENCERRE PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO:
Justiça foi feita!!!

Foi mantida no Tribunal Regional Federal da Primeira Região, uma sentença em mandado de segurança que determinou ao INSS que fosse finalizado dentro do prazo de 30 dias a análise de um processo administrativo, para concessão de benefício previdenciário/assistencial solicitado por um segurado da previdência.

Por ter passado prazo superior a 60 dias de seu requerimento, o segurado ingressou com a ação judicial para ver o pedido de seu benefício analisado. Em defesa o INSS alegou que não existe na lei previdenciária qualquer prazo definido para finalização do processo administrativo, pedindo que o Juiz fixasse prazo não inferior a 180 dias.

Contudo, ao analisar o caso o desembargador federal decidiu que “o prazo fixado pelo Juízo de primeiro grau encontra guarida na Carta Magna e na Lei nº 9.784/99, não devendo ser majorado, mormente em se tratando de requerimento administrativo para concessão de benefício do amparo assistencial do deficiente carente”.

Com isso, foi negado provimento ao recurso do INSS, mantendo-se a decisão favorável ao segurado no sentido da finalização da análise do pedido de concessão do benefício previdenciário/assistencial no prazo de 30 dias.

Advogado Leandro Borba Ferreira Nascente (confiante na Justiça)
Fone: 62 985891235 (whatsapp).


A
A
Fo
I
Viraliza
Enviado por Advogado Leandro Borba Ferreira em 08/12/2020
Código do texto: T7131007
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Advogado Leandro Borba Ferreira
Goiânia - Goiás - Brasil, 45 anos
27 textos (986 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/01/21 05:51)
Advogado Leandro Borba Ferreira