Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

 
Convívio na aldeia

Hoje, a entrada é de pêssegos
Que a fome está a apertar;
Casca tirada co’a boca
E o sumo a escorregar.
 
Chega o prato principal
E que forte é o apetite:
Barriga e sardinha assadas
Muito melhor que um bife.
 
Guardanapos? Foram de férias
Fiquei com os dedos melados;
Lambi-os o melhor que pude
P’ra não estarem besuntados.
 
A sardinha está mais seca
Mas a gente faz milagres;
Digo eu e dizes tu
E mais os nossos confrades.
 
A barriga tem bom aspeto
Mas não a quero provar;
Tenho barriga que chegue
Não a quero aumentar.
 
AS batatas saborosas
Não eram, nem foram demais…
Toda a gente as provou
E só queriam comer mais.
 
A salada está um mimo
Mesmo co’a cenoura faltando;
Mais os ovos que esqueceram
Estamos os quatro almoçando.
 
O vinho, o do costume
Estava como se quer;
Com álcool o quanto baste
E fresquinho p’ra beber.
 
P’ra terminar o repasto
Pão de Deus às fatias;
Comidas sem faca ou garfo
Que a gente não é de manias.
 
As senhoras já comeram
Estamos à espera que o Zé;
Acabe o que tem no prato
Pró Paulo fazer café.
 
E terminados os comes
Como a vida não é uma seca;
Formamos duas equipas
 Para jogar à sueca.
 

Junho de 2018
 
 
Lucibei@poems

Lúcia Ribeiro
In ”Trovas e Quadras”

 

 
Lucibei
Enviado por Lucibei em 12/02/2019
Código do texto: T6573411
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Lucibei
Viana Do Castelo - Viana do Castelo - Portugal, 68 anos
3027 textos (112760 leituras)
14 áudios (1576 audições)
10 e-livros (1727 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/19 17:21)
Lucibei

Site do Escritor