Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Como é que é ???

Caranguejo anda na lama,
peixe nada em ribeirão.
O marido tá na cama
e a mulher no batidão!
                        soninha

Co'a mulher do batidão
danço um funk bem gostoso
Fico louco,pancadão
Por mulher de preguiçoso.
                              Aldo Lopes

Por mulher de preguiçoso,
não se mexe um dedal.
Ele é malicioso
você pode se dar mal!
                          soninha

Quem é do mal,mas não malha
mulher costura pra fora
Ele já tem muita galha,
não lhe pesará esta agora!
                              Aldo Lopes

Cuidado,pobre poeta
com a força corporal!
Eu já vi muito atleta
esticado no varal!
                         soninha  (virando couro prá tamborim...rsrsr)

Esticada no varal
minha roupa já secou
vou voltar pro bacanal
que a mulher me chamou!
                            Aldo Lopes

Manda esta mulher rezar,
é melhor pra sua vida.
Se ficar a bordejar
é capaz de ser ferida!
                          soninha

A ferida a gente cura,
é isso que o povo diz
Mas,na vida o que perdura
é a tal da cicatriz!
                          Aldo Lopes

Cicatriz doutor remove
co'uma boa cirurgia
E assim ele resolve
uma lenda que existia!
                           soninha

Deus me livre de doutor
prefiro uma cicatriz
Além do risco da dor,
posso perder meu nariz!
                           Aldo Lopes

Se você perde o nariz,
não tens nada a perder.
Pois em todo estes Brasís
há "mutretas" a feder!
                      soninha

Já conheço essas mutretas,
pra elas eu torço o nariz,
mas quem vive de retretas,
as aceita e é feliz
                        Aldo Lopes

Você tá insinuando,
que o Congresso tá fedendo.
Ou apenas afirmando,
que a honra está morrendo?!
                           soninha

Eu acompanho a seqüência,
pois honra nunca existiu
O fedor é conseqüência
do que o povo engoliu!
                          Aldo Lopes

O povo não engoliu
mas ele está engasgado
com coisas que nunca se viu...
Nosso Brasil tão amado!
                           soninha

Nosso Brasil tão amado
segue um errado percurso.
Ele apenas é lembrado
por políticos em discurso!
                              Aldo Lopes

Minha mãe sempre dizia:
em merda não se mexer.
Pois se isto se fazia,
muito mais irá feder!
                             soninha

Vamos esquecer o odor,
pois chegou a primavera
nos trazendo mais amor,
prenúncio de nova era.
                            Aldo Lopes

Tomara que a nova era
seja nova de verdade.
Não apenas u'a quimera
Um sonho, u'a saudade!
                     soninha

                 
                           THE END


Oi Aldo...obrigada,mais uma vez.Ficou legal mesmo.Amei!
Um final de sexta feira mágico para vocês...PAZ! muita PAZ!
Sônia Maria Cidreira de Farias
Enviado por Sônia Maria Cidreira de Farias em 21/09/2007
Reeditado em 10/10/2007
Código do texto: T662529
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para a obra original.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sônia Maria Cidreira de Farias
Jequié - Bahia - Brasil
2945 textos (222634 leituras)
1 e-livros (1013 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 19:53)
Sônia Maria Cidreira de Farias