Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VOU DE REMANSO EM REMANSO





   Por saber que não te alcanço
   nem me abres jamais as portas,
   vou de remanso em remanso,
   como um rio de águas mortas.

   Maria Nascimento Santos Carvalho
Maria Nascimento
Enviado por Maria Nascimento em 21/09/2007
Código do texto: T662971
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Nascimento
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 72 anos
904 textos (45698 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 22:28)
Maria Nascimento