Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Minitrovas
(oitava parte)

Insegurança

Não sei direito
O que pretendo.
Aí o defeito,
Pois nada aprendo.

Obsoleto

Ouvi o pito:
-É um texto arcaico.
Parece escrito
Em aramaico!

Vazios

Fiquei imerso
Dentro de mim.
Só veio um verso,
Muito ruim.

Relax

Tome um calmante
Na hora certa,
Se o amor distante
Seu peito aperta.

Netos

O avô, sem fala,
É alegre, todo.
No chão da sala,
Brinquedo a rodo.

Emoção

A ninguém negue
Seu desencanto.
Ninguém consegue
Conter o pranto.

Rancor

É tese ingrata,
Mas é verdade:
O ódio mata
Sem piedade.

               Bom Jardim - RJ
                  em 03/11/2007
Vitório Sezabar
Enviado por Vitório Sezabar em 03/11/2007
Código do texto: T722213
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vitório Sezabar
Bom Jardim - Rio de Janeiro - Brasil
626 textos (43796 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 05:56)