Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VEM PRA TROVA VOCÊ TAMBÉM!

OBRIGADA A TODOS QUE AQUI TROVARAM. FIQUEI MUITO FELIZ E LISONJEADA DE TÊ-LOS AQUI EM MEU CANTINHO. AMO TODOS VOCÊS.
MUITO OBRIGADA!!!

RITA LOPES - 05 DE JANEIRO DE 2008


De trovinha em trovinha
Vem deixar o seu recado
Meus amigos do Recanto
Vem fazer-me esse agrado
                     Rita Lopes

Os beijos que não te dei
Meus pesadelos povoam
Dos amores que neguei
Foram-se! E não perdoam!!!
                      Kyriadalua

Um amigo é raridade
Que no nosso coração
Pomos com felicidade
E a quem damos afeição.
                      Mardilê Fabre

És assim tão carinhosa
No falar e no querer,
Que teu mundo cor-de-rosa
Também nosso passa a ser.
                      Dorival Coutinho da Silva

Poetisa adorei o convite
Aceito com grado seu desafio
Vim trovar com os amigos
São bons trovadores, confio.
                      Fátima Feitosa

A pedido da minha amiga Rita,
Não poderia faltar à participação,
Envio-te esta humilde trovasita
Que te dedico do fundo do coração.
Sabes que por ti tenho simpatia,
Que vem do teu jeito de estar,
Ora escrevendo, conto ora poesia
Te revelas, fazendo coisas de encantar.
                      Povo Lusitano

Pra você eu deixo então,
O meu gesto de carinho...
Ele vem do coração
E traz junto um beijinho!
                      Zélia Nicolodi

Eu quero mesmo é trovar
Nesse cantinho gostoso
Que a Rita soube enfeitar
Com seu olhar formoso!
                      Ledalge

Quisera fazer-lhe um agrado
Entremeado de cor e vida
Que tocasse seu coração
E aliviasse a despedida
Porém, a trova que eu fiz
Não mais pode ser lida
Sumiu nos lagos da alma
Formados com sua partida
                     Célio Govedice

Queria fazer uma trova
A mais sintética possível
Agradasse a Rita Lopes
E todas as minhas amigas
                     Zeca Repentista

Descobri somente agora
C'os amigos do cantinho
Que a trova não tem hora
Qual canto de passarinho
                     kyriadalua - Imaculada Catarina


Rita, esse convite me leva a trovar
Sobre a contagiante candura
Do seu sorriso na nova foto...
Benza, Deus! Reflete nele muita bondade e doçura!
                     Mariza Brasil

Vem pra trova você também
Estou indo pra ela muito zem
Com toda alegria que a vida me dá
É um prazer minha trova aqui colocar
Com muito louvor, poesia aqui também tem.
                      Creusa Lima

Escrever com tantos amigos
Minha alma fica orgulhosa
Ganho mais energia
e Rita fica mais prosa
                      Clepsidra

Enviaste-me o convite
Mas perdi o envelope
Passei a semana triste
Desapontei Rita Lopes
                      Jacó Filho



A Kyria começou a trovar e vamos agora todos cirandar. Deixem aqui sua trova. Beijos meus.
Rita Lopes
Enviado por Rita Lopes em 18/11/2007
Reeditado em 05/01/2008
Código do texto: T742499

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para sua obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rita Lopes
Assis - São Paulo - Brasil, 52 anos
52 textos (10899 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 06:55)
Rita Lopes