Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CAMAQUIANO - NOVO ESTILO DE POEMA SUCINTO

 
*POEMA CAMAQUIANO – Criado pelo Poeta/Escritor Camac Leon, no dia 07 de julho de 2019; onde originou-se pelo seu primeiro nome; “Camaquiano”. Um novo estilo poético sucinto horizontal em “quadra”, contendo apenas 8 “palavras”, (onde o pouco é muito). As palavras formam seus “pares” em cada linha; com elegância nas frases, ou seja, uma do lado da outra com sentido à primeira palavra, se trata de “poema frasal” com poucas palavras desde que haja uma coerência poética. Este Poema “Camaquiano” inicia-se apenas com letra maiúscula na primeira linha, o restante prossegue com letras minúsculas; ressalvo de nomes próprios. Palavras ou nomes compostos, equivale “uma” palavra. Esse poema “camaquiano” não há métricas, trata-se de um “Poema Desenvolto”. (Desembaraçado-livre). O esqueleto camaquiano em que é formado, todas as palavras deverão ficar uma em baixo da outra; em que formam as quatro linhas, ficando do lado esquerdo, não pode centralizar as palavras deixando-as aleatórias; e não há espaçadas de linhas de uma para a outra.
          Não se rima (opcional do autor) esse poema frasal; pois, a intenção poética é que dá o sentido terminal; ficando a interpretação por conta do leitor. Uma das regras é que o “Camaquiano” dispensa: os Artigos: "o, a". Os pronomes   possessivos: "meu e minha" e Preposições: "do, da"; pois, se trata de “palavras inteiras”.
Obs.: Vírgula comum, ponto e vírgula, dois pontos, e ponto final são dispensados neste poema, e não se 'Intitula"; por se tratar de um “poema desenvolto.”

Exemplos de camaquiano:

1)Violão solitário
   chora ausência
   Bossa nova lamenta
   João Gilberto despede-se
                            (Camac Leon)
                     
2) Mar barco
    desliza sutil
    canção ouve-se
    longe ecoar
           (Camac Leon)

3) Ontem jovens
    hoje maduros
    vidas vividas
    esperanças perduram
         (Camac Leon)

4) Céu estrelas
     iluminam amantes
     olhos contemplam
     beleza distante
                (Camac Leon)

5) Lua clareia
    mar aberto
    reluz águas
    ondas dançam
    (Camac Leon)

6) Amores vividos
    aventuras conquistadas
    corações machucados
    tristezas estampadas
                             (Camac Leon)
7) Deserto sol
    escaldante intenso
    homem anseia
    água beber
    (Camac Leon)

8) Beija flor voou
    colorindo ares
    beleza encanta
    espetáculo visual
                (Camac Leon)

                                                  Guarapari-ES, 07 de julho de 2019
Camac Leon Poeta
Enviado por Camac Leon Poeta em 10/07/2019
Reeditado em 29/08/2019
Código do texto: T6692822
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Camac Leon Poeta
Guarapari - Espírito Santo - Brasil
5 textos (204 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/09/19 05:41)
Camac Leon Poeta