Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Pessoas Que Falam Dois Idiomas Regularmente Têm Comportamento, Personalidade e Pensamento Diferente Daqueles que Só Falam Um Idioma

Pesquisadores e linguistas descobriram que pessoas que falam dois idiomas regularmente possuem um comportamento diferenciado em relação aqueles que só falam um idioma.

Um estudo realizado em 1964 pela psicóloga Susan Ervin explicou o enigma da mudança comportamental em pessoas que falam dois idiomas no cotidiano. Segundo ela quem fala dois idiomas compartilha um mesma história de forma diferente em muitos idiomas. Ao observar 64 entrevistados que eram fluentes em francês e Inglês, Ervin percebeu que os entrevistados apresentavam emoções alternativas e mudanças de perspectivas que afetavam a auto percepção delas. (Leia mais sobre este assunto abrindo este link:
https://osegredo.com.br/bilingues-experimentam-uma-mudanca-de-personalidade-quando-utilizando-diferentes-linguas/).

Para os pesquisadores esta mudança de personalidade também afeta o pensamento de pessoas que falam duas ou mais línguas. Isto explica porque há brasileiros que se sentem melhor quando fala inglês em vez de português. (Leia mais sobre este assunto abrindo este link:
https://qualitacomunicacao.com/br/falar-outro-idioma-muda-sua-personalidade/) De acordo com o pesquisador Panos Athanasopoulos, a percepção das coisas também mudam, e que apenas ser fluente não adianta para que ocorra estas mudanças, visto que há brasileiros que falam inglês ou outras línguas, mas que não possuem mudanças na personalidade ou maneira de pensa. Em suas pesquisas ele descobriu que a percepção das coisas em pessoas bilíngues acontece devido ao uso que elas fazem de ambas as línguas. (Aprofunde-se mais sobre este assunto abrindo estes links: https://oglobo.globo.com/sociedade/ciencia/bilingues-pensam-diferente-dos-que-so-falam-um-idioma-diz-estudo-2810663 ou https://hypescience.com/como-o-idioma-que-voce-fala-muda-sua-visao-mundo/).   

Relata-se também que o bilinguismo ou habilidade de falar dois idiomas afeta a parte subconsciente do cérebro, o que indica que mesmo quando a pessoa que fala dois idiomas alternadamente, os dois idiomas estão ativos no subconsciente dela.  Por exemplo, mesmo quando eu falo português com outro brasileiro, o inglês estará ativo no meu subconsciente.
 
Portanto, estas mudanças só ocorrerão em pessoas que falam dois idiomas o tempo todo. É o uso regular que fará a diferença, e não o uso ocasional (ou de vez em quando)*. Professores de inglês que só falam inglês na sala de aula ou pessoas que viajam para um país de língua inglesa não terão mudança alguma na personalidade ou comportamento visto que não alternam entre duas línguas. (Leia mais sobre este assunto abrindo estes links:
https://www.recantodasletras.com.br/artigos/6726369 ou https://www.nytimes.com/2011/05/31/science/31conversation.html)  Se você fala dois idiomas use-os ao máximo, não deixe críticas ou comentários maldosos fazê-lo desistir de falar dois idiomas em seu cotidiano.

* Se eu falar inglês só quando eu viajar para um país de língua inglesa (Estados Unidos, Inglaterra, Canadá, Austrália, etc.), a habilidade de falar duas línguas não contribuirá para nada, não terá nenhum efeito sobre minha personalidade ou pensamento. Escreverei depois um texto ensinando como manter dois idiomas no dia a dia quando não há com quem conversar.


People Who Speak Two Languages On a Regular Basis Have Different Behavior, Personality, and Thought From Those Who Speak Only One Language
 

Researchers and linguists found out that people who speak two languages ​​on a regular basis behave differently than those who speak only one language.
 
A study conducted in 1964 by psychologist Susan Ervin unraveled the  behavioral change in people who speak two languages ​​in daily routine. According to Ervin, someone who speaks two languages ​​shares the same story differently in many languages. Observing 64 respondents who were fluent in French and English, Ervin noticed that respondents had alternate emotions and shifts in perspective that affected their self-perception. (Read more about the topic by opening this link:
https://newrepublic.com/article/117485/multilinguals-have-multiple-personalities)
 
For researchers, this split personality also affects the thinking of people who speak two or more languages. This explains why there are Brazilians who feel better when they speak English instead of Portuguese. (Read more about the subject by opening this link:
https://www.dailymail.co.uk/sciencetech/article-3004943/Being-bilingual-really-two-minds-Researchers-say-people-different-personalities-language.html) According to researcher Panos Athanasopoulos, the perception of things also change, and that just being fluent does not help for these changes appear, since there are Brazilians who speak English or other languages ​​but have no change in personality or way of thinking. In his research he found out that the perception of things in bilingual people is mainly due to the use of both languages on a regular basis. (Dig deeper into this issue by opening these links: https://www.sciencemag.org/news/2015/03/speaking-second-language-may-change-how-you-see-world)
 
It is has been reported that bilingualism or the ability to speak two languages ​​affects the subconscious brain or human mind, which indicates that even when a person switch between two languages, both languages ​​are active in their subconscious mind. For example, even when I speak Portuguese with another Brazilian, English will be active in my subconscious mind.
 
Therefore, these changes will only occur in people who speak two languages ​​all the time. It is the regular use that will make the difference, not the occasional use*. English teachers who just speak English in the classroom or people who speak English only when they travel to an English-speaking country will have no split personality since they do not switch between two languages. (Read more about the topic by opening these links:
https://www.recantodasletras.com.br/artigos/6726369 or https://www.nytimes.com/2011/05/31/science/31conversation.html)  If you speak two languages ​​use them in full, take harsh criticism or unkind remarks in stride  and do not give up speaking two languages ​​in your daily life.
 
* If I speak English only when I travel to an English-speaking country (United States, England, Canada, Australia, etc.), the ability to speak two languages ​​will not contribute to anything, it will have no effect on my personality or thinking. I will write a text teaching how to keep two languages ​​in daily routine when there is no one to talk to.
Giljonnys Dias da Silva
Enviado por Giljonnys Dias da Silva em 22/08/2019
Reeditado em 19/09/2019
Código do texto: T6726425
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Giljonnys Dias da Silva
Lago da Pedra - Maranhão - Brasil, 33 anos
20 textos (450 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/19 08:14)
Giljonnys Dias da Silva