Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Minha Alma, Minha Isa

Esses cabelos prateados
Retratam uma longa história de uma fantástica jornada...
Esses pés cansados
Já percorreram caminhos, incontáveis.
Esse sorriso calmo,
Já iluminou noites escuras,
Já acordou tantas madrugadas,
Já rompeu silêncios no fundo dos mares.
Esse olhar sereno,
Já viajou pelo mundo
Já contemplou miragens e paisagens perfeitas...
E não se perdeu no vazio da indiferença tantas vezes imposta.
Cada traço,
Cada linha no rosto
Retrata o que eu sou,
Como eu sou,
Feliz... Pois nada vale mais que a certeza de que tudo vale a pena...
Se a Alma e a Isa, por nada neste mundo, se tornam pequenas!
 
Bju!!!
Almaisa.

Esta, para mim, é a mais sublime poesia, o mais encantador retrato da alma de alguém que insisto considerar, para mim, especial.
Minha adorável Irmã, de sangue e de fé.

Sempre Maisa.
Francisco Brito
Enviado por Francisco Brito em 03/12/2006
Reeditado em 03/12/2006
Código do texto: T308233
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco Brito
Guarulhos - São Paulo - Brasil, 61 anos
27 textos (2436 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 05:10)
Francisco Brito