Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Fome

A fome do homem urge
No terror da sua cara
Enquanto o estômago ruge
A boca seca escancara.

Olhares esfaimados
Em súplicas rastejantes
Pobres seres arrasados
Expressões horripilantes.

A derrocada final
Da humana dignidade
A desnutrição fatal
É o requinte da maldade

Que aos pobres condenam
Os ricos de maior sorte.
Pois enquanto a Deus acenam
São cínicos sócios  da morte.

Milhões de almas perdidas
Na pandemia ardilosa
Em estratégias urdidas
Pela riqueza acintosa.

Holocausto horroroso
Apocalíptico abutre
Seu repasto é indecoroso
Da vergonha ele se nutre.







Edmar Claudio
Enviado por Edmar Claudio em 22/08/2007
Reeditado em 23/08/2007
Código do texto: T619375
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edmar Claudio
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil
217 textos (26340 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 21:31)
Edmar Claudio