Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

JUSTÍÇA

Onde está que não consigo ver...
A justíça tão imponente dos tribunais?
Fazendo o direito do pobre quase sempre morrer...
E o direito do rico triunfar cada vez mais!

De que valem as leis dos papéis...
Se na verdade elas não são cumpridas?
Se em todo canto ainda existem coronéis...
Que se julgam no direito de dispor das vidas!

Inocentes são condenados como culpados...
Enquanto os culpados zombam da decisão!
"Homens da lei" se vendem, são comprados...
Por quem tem muita grana na mão!

O pobre busca por justíça...
Porém é cada vez mais injustiçado!
Busca socorro nos cultos, na missa...
E de repente o caminho escuro faz-se iluminado!

Deus depressa vem socorrer...
Aos que nEle confiam e nEle esperam!
E a essas pessoas passa a oferecer...
Poder e proteção que a tudo superam!

Quem tem Deus como amigo...
A nada precisa temer!
O seu inimigo, de Deus é inimigo...
E Ele te dará as armas pra vencer!
Antonio Alves
Enviado por Antonio Alves em 23/08/2007
Código do texto: T619864
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antonio Alves
Serra - Espírito Santo - Brasil, 55 anos
4711 textos (116726 leituras)
10 áudios (3165 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 09:04)
Antonio Alves