Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O PEREGRINO



Era triste o dia,
E nem a voz das aves ele ouvia!

Assim andava um triste peregrino,
Que não mais cria em luz no seu destino.
-Se tudo é sombra, e os ombros vai a cruz,
Por que, meu Deus? Onde andará Jesus?

Alma em conflito, vida em desalinho,
Somente pedras continha seu caminho.
Mas outras coisas há; e ele não via
Que, após a noite, sempre vem o dia.

E a brisa leve, que correndo ia,
Falava: pensa, vem a calmaria
A transformar tua cruz em esplendor,
Ao ágil toque do mais puro amor!

E o peregrino para. Em vigilãncia,
Da voz do Mestre escuta a ressonãncia.
E entende, então, que luzes do destino,
Ao lado vão de todo peregrino.

Era triste o dia,
Mas, de Jesus, a luz já pressentia.

Jaubert      
Jaubert
Enviado por Jaubert em 24/08/2007
Código do texto: T621300
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jaubert
São Paulo - São Paulo - Brasil, 61 anos
158 textos (6043 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 15:06)
Jaubert