Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PALAVRAS JOGADAS AO MAR

Lailton Araújo


Mar! Só você sabe...
Que por ela naveguei
Nas calmarias da paixão
Senti o que é a solidão
No convés da embarcação

Mar! Só você sabe...
Que estes sentimentos
Sem a luz de um farol
Naufragaram num atol
Em dia nublado, sem sol

Se eu fosse nobre como ela
Jamais seria um navegante
Se eu fosse nobre como ela
Seria rei, escritor ou amante

Mar! Só você sabe...
Que o temor de um marujo
São grandes tempestades
Nas rotas das caravelas
E seu amor perto das trevas

Mar! Só você sabe...
Da vida de um navegante
Que nunca vê a primavera
Enjaulado, igual a uma fera
Na nau sem brilho, sem vela

Se eu fosse nobre como ela
Jamais seria um navegante
Se eu fosse nobre como ela
Seria rei, escritor ou amante

LAILTON ARAÚJO
Enviado por LAILTON ARAÚJO em 24/08/2007
Reeditado em 14/04/2012
Código do texto: T622393
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor " Lailton Araújo "). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
LAILTON ARAÚJO
São Paulo - São Paulo - Brasil, 57 anos
107 textos (15830 leituras)
43 áudios (6235 audições)
5 e-livros (10341 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 10:52)
LAILTON ARAÚJO