Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
POR PIEDADE

Aquela mulher;
Como chamá-la de mulher?
Como vê-la como mulher?
Não consegui,
O que consegui,
foi  vislumbrar,
Um estranho ser,
Aos farrapos
Estirado no meio da rua,
Misturado aos cães,
Disputando com os cães,
Um saco de lixo,
Aquela mulher;
(Por que fui parar ali)?
Ela olhou para mim,
Não disse absolutamente nada;
Mas, o seu olhar clamava por seus lábios;
- Tenha piedade de mim.
... Eu não tive.
DELEY
Enviado por DELEY em 24/08/2007
Código do texto: T622566

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
DELEY
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
4980 textos (188715 leituras)
4 e-livros (1657 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 01:30)
DELEY