Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MERGULHO HUMANO
Juliana Valis




Mergulhei entre os mares do infinito,

No fundo, vi que a vida é verso tão voraz

Que faz do sonho o dinamismo mais aflito,

Assim, no abismo entre guerra e toda paz...




Naufraguei nos versos como quem sonda a própria alma,

E, na palma dos dispersos sentimentos,

Vi momentos entre o medo e o amor que acalma

Nas tantas luzes da existência em trechos lentos... 




E, assim, nadei entre os peixes da esperança,

Nas tantas águas como enigmas de amor,

Como sonda de emoção que apenas dança

A simples música que essa alma me ensinou... 



E, desde então, meu coração se veste em luz,

No vislumbre intrínseco ao sonho que elucida

Toda força que o sublime amor produz

Pra dar sentido ao labirinto desta vida !



----


Juliana Silva Valis
Enviado por Juliana Silva Valis em 25/08/2007
Código do texto: T623916

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Juliana Silva Valis
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 33 anos
3989 textos (886107 leituras)
4 e-livros (1867 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 16:36)
Juliana Silva Valis