Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ERVA DE UM TROPEIRO


Queres romper o nosso amor, meu querido?
Pois logo agora que eu te amo de verdade...
Pelo menos tu me falas o que houve,
discutiremos na maior seriedade...

Não me abandones, meu amor, te imploro,
ficarei triste e meu coração partido...
Ah... como dói e a minh’alma, nesta hora,
está ferida, apunhalada, sem sentido...

Tu foste, para mim, a flor do meu jardim,
foste a carta que marcou a minha vida....
Eu não aceito viver longe de ti,
ficarei triste em ver a tua despedida...

Foste importante como o lírio num canteiro,
foste o cântaro do meu poço transbordante...
e verdejante como a erva de um tropeiro,
que no amargo se transforma em adoçante.
regis costa
Enviado por regis costa em 27/08/2007
Código do texto: T626222
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
regis costa
Maceió - Alagoas - Brasil, 57 anos
101 textos (6223 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 22:10)
regis costa