Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lute, lute, lute!

Tão sosinho estou
Tão sosinho posso chegar a ficar
Tão sosinho posso ver e crer
Contudo.
Quanto mais vou querer ter?

O que realmente me assusta,
O que me faiz sorrir?
Não foi nda que tenho feito
Pois nada me faiz agir.

Não tenho energia pra ir e vir
Mas mesmo assim ainda posso tentar
Com menos de uma chance
Ainda assim posso tentar.

Ergo então meus braços,
Luto com extrema força
Porque assim tenho chance de vencer.
Por mais que eu tente

Sem vc para amar
Não sei viver.
Emmanoel Dias
Enviado por Emmanoel Dias em 27/08/2007
Código do texto: T626776

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Emmanoel Dias
Santa Teresa - Espírito Santo - Brasil, 28 anos
12 textos (768 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 19:29)
Emmanoel Dias