Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O inevitável

Pra que sofrer diante de um fato já esperado?

Por que lamentar o que aconteceu,

Quando na verdade,

O acontecimento era irrefutável?

 

–Que poder é este, de superação, que tanto buscamos,

E nunca o alcançamos?

 

Não se pode dizer-se intocável por nada...

Quando menos esperamos,

Sentimo-nos embaralhados, entrelaçados

Nas armadilhas da vida,

E, em regra, são armadilhas sentimentais.

 

Não se pode  se auto-intitular imune

De sentimentos refutados

Por medo,

Por defesa,

Por insegurança e, sobretudo,

Por proteção.

 

– Proteção? Sim!

Proteção às pessoas, às histórias de vida, aos valores.

 

Não se pode, jamais, tentar frear sentimentos,

Quando na verdade, eles saem em disparada,

Como um caminhão carregando

Descendo ladeira íngreme, em disparada...

 

Não podemos, não conseguimos facilmente, não devemos...

Mas tentamos!

 

E é norteada nesta força, neste querer, nesta determinação, que digo:

 

Tentarei te esquecer!

Rose Melo
Enviado por Rose Melo em 28/08/2007
Código do texto: T627737
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rose Melo
Salvador - Bahia - Brasil, 44 anos
49 textos (17328 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 10:04)
Rose Melo