Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Passado. Presente... Futuro? (ótica depressiva)

                                                         Agora porque peço silêncio
                                                          Não pense que vou morrer
                                                       Se passa comigo o contrário
                                                               Sucede que vou viver.
                                                                         (Pablo Neruda).

Entre o que fui e o que sou
Existe um passado, um caminho
Não sei se cheio, ou vazio.
Se enumero a dor e a tristeza, ou a saudade do que não existiu.

Caminho pavimentado, de sonhos que não se cumpriu
De alguns ocultos desejos, solidão que me perseguiu.

Entre o que fui e o que sou
Tão longa caminhada percorri, que tento buscar na lembrança
A vida que nunca vivi.

Nelas não encontro os amigos, nem sei se os tive um dia
Não encontro seus beijos, saber o sabor que tinha
Já não encontro o afago, o abraço que me comovia
E não encontro a palavra, a extensão de que me compreendia.

Tantas são coisas perdidas
As lembranças só mais uma delas
Olhei no passado o futuro
E o presente hoje me desespera

Quantas foram às conversas que nunca consegui ter
Quantas não foram às farras, noitadas e amores prefiro esquecer.

Entre o que fui e o que sou
Nem sei se fui ou quis ser
Se lamento o passado perdido, ou o futuro que posso perder

Terei novamente a chance de voltar a ser o que era?
Terei essa chance em vida, ou a morte a mim já espera?

Não existe caminho, nem esperança
A dor é um vazio sem fim
Existe somente o presente
Ausência de felicidade e de mim

Entre o que fui e o que sou
Peço a chance de me proteger
Entre o que sou e o que poderia ser
Talvez o tempo me possa dizer.
Eli Coelho
Enviado por Eli Coelho em 29/08/2007
Reeditado em 04/09/2007
Código do texto: T628440
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eli Coelho
Jundiaí - São Paulo - Brasil, 38 anos
81 textos (8927 leituras)
7 áudios (958 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 06:35)
Eli Coelho