Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SERTÃO BRAÇOS QUE FAZEM DINHEIRO



O sertão maranhense ainda guarda,
O suor do homem do campo na labuta,
Espelho duma realidade sem salvaguarda,
Distante dos conflitos do Iraque e Afeganistão.

Não conhece a inflação e nem a corrupção,
Da existência dos valores das metrópoles,
Vida selvagem na caatinga sem educação,
Do virtual à queda das bolsas, tudo é ilusão.

Pai e filho na mesma trilha do trabalho,
Sem dívidas agonizantes, acordam cedo,
Com a foice no ombro, é a sua profissão,
Grande sertanejo que não tem outra opção.

Não usa Internet e muito menos sabe a lição,
Abandonados pelas crescentes mudanças,
São eles que fazem a alegria no meio do sertão,
Sem renda conta apenas com a benção de Deus.

Caipira que só recebe esperanças políticas,
De um dia possuir um dinheirinho nas mãos,
Comprar uma bateria pra ligar o televisor,
É sonho, esperanças e orgulho que não chegam
.

Enquanto isso desfruta do único presente,
Uma camisa doada por um grande político,
Que arrasta do agreste ao centro da cidade,
Como se fosse um boi no caminhão com gaiola.

É dia de eleição, comida farta sem educação,
Promessa de energia elétrica que vai chegar,
Pra clarear as noites do interior do Brasil,
Não se sabe quando ou no futuro próximo,
Talvez quando o homem retornar à lua.

O seu cadastro na Bolsa-Escola é realizado,
Sem haver construído no sertão nenhuma escola,
Distante dos centros urbanos, não é beneficiado,
O expert afirma que seu nome não foi aprovado.

Tal figura do meio social manipula vários cartões,
Deixando o homem do campo em plena ilusão,
O governo paga mensalmente com gratidão,
Tal benefício jamais chega naquele sertão.

Sem dívidas agonizantes, acordam cedo,
Com a foice no ombro, é a sua profissão,
Grande sertanejo que não tem outra opção,
Saúde pra trabalhar é coragem daquele cidadão.

ERASMO SHALLKYTTON
Enviado por ERASMO SHALLKYTTON em 30/08/2007
Reeditado em 30/08/2007
Código do texto: T630464
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ERASMO SHALLKYTTON
Caxias - Maranhão - Brasil
4263 textos (2112256 leituras)
1 áudios (1000 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 12:13)
ERASMO SHALLKYTTON

Site do Escritor