Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FOZ DO AMOR
Juliana Valis




Da inépcia das horas, meu sonho se despede,

Sem demoras simples, meu verso, sim, conhece

O inverso etéreo de uma dor que mede

Cada foz do amor na mais humana prece...




E nós que buscamos sempre a terna paz,

Na mais eterna chama das ilusões de outrora,

Não saberemos só viver sem procurar, jamais,

O mar do afeto que não perde a hora ?




Ah, tantos sentimentos fluem pela vida,

Sem qualquer licença, entre tudo e nada,

Eis que brada o sonho que o céu nos elucida,

Sonho só de amor, do começo ao fim da estrada !



E, assim, o ápice da emoção, sem calma,

Preenche aqui o coração de luz,

Até que transborde em cada mar da alma

O olhar, o sonho que o amor conduz !



----



imagem acima de Foz do Igaçu.






Juliana Silva Valis
Enviado por Juliana Silva Valis em 02/09/2007
Reeditado em 02/09/2007
Código do texto: T635280

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Juliana Silva Valis
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 33 anos
3989 textos (886138 leituras)
4 e-livros (1867 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 13:31)
Juliana Silva Valis