Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POETA DAS ROSAS


POETA DAS ROSAS

A primavera dá sinais, abrem-se os jardins
Logo, reinarão as rosas primorosas vermelhas
A paixão se abrirá em pétalas iluminadas
O amor estará no ar a espalhar suas centelhas

E o poeta que por tantos espinhos foi ferido
Esquecerá as dores desse inverno prematuro
Não abortará os versos, dará vazão à libido
Como a flor inebriante será dele o futuro

Amanhã é um novo dia, viva a poesia!
Inspiração é a glória, é a fantasia
Verdade nua, alma de uma grande criatura

Eu sou a rosa sua fiel espectadora
Extasiada a admirar tanta ascensão e cultura
Homem que se faz respeitar com tanta lisura!








Tânia Mara Camargo
Enviado por Tânia Mara Camargo em 02/09/2007
Código do texto: T635485
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tânia Mara Camargo
Jundiaí - São Paulo - Brasil, 60 anos
508 textos (17642 leituras)
7 áudios (418 audições)
1 e-livros (32 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 18:47)
Tânia Mara Camargo