Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Novamente... Me deixei enganar!




Ah, Meu Anjo da dor
Aonde está você?
Estou sofrendo de amor... Venha me socorrer!

Vem, Poeta doutor
Preciso de ti agora!
Me ofereceste proteção em teu peito, volta logo... Não demora!

Novamente fui enganada.
Ofendida, ludibriada!
Pensei ser para mim... Aquelas palavras encantadas!

Me sinto desamparada!
Porque insisto em querer acreditar?
Quando o Poeta escreve... É em mim que está a pensar!

Ah, Meu Amigo Poeta da dor!
Vem me traz o seu carinho.
Sinto meu coração desfalecer... Perfurado de tantos espinhos!!!

Vem meu poeta protetor!
Alivia meu sofrimento...
Tira de mim essa dor... E a lança no jardim do esquecimento!

Te aguardo com certa urgência
Meu caso é de emergência...
Precisa me remediar... Com tuas palavras de sapiências!





---------------------------------------------------------------------


*Como separar?...  Como dividir?...
Se não conheço o homem... Somente o poeta!!!





Lanna Agda
Enviado por Lanna Agda em 03/09/2007
Reeditado em 03/09/2007
Código do texto: T636034

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lanna Agda
Londrina - Paraná - Brasil
525 textos (53920 leituras)
2 e-livros (181 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 14:07)
Lanna Agda