Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sociedade bomba atômica

Dói, corrói, escapa do controle.
De súbito se esvai no labirinto das idéias
Ao pensar nas crianças
Lançadas nos esgotos da incoerência
De uma sociedade injusta e podre
Que as deixam ao abandono
A mercê de uma escandalosa violência
Que as transformam em caricaturas
 - Caricaturas de aldultos sem ciência.

A promiscuidade fora de hora
Que as empurram aos desvarios dos sentidos
Sem ao menos estarem preparadas
Para o encontro de si mesmas.
Momento em que a descoberta do corpo mutante
É um susto, por si só.
Que as lançam ao desconhecido, sem dó.
Ao mundo dos adultos e luto da infância.

Quando é que vamos tomar a dianteira do mundo
Vestir-se de adultos e combater
A loucura pelo individual prazer
Onde meninos e meninas viraram alvo do mercado
E a ética inexiste onde o lucro é certo.
Não podemos deixar toda uma humanidade
A mercê destes chacais midiáticos
E de braços cruzados vomitar agoniados a sós
Atônitos como Einstein diante da bomba atômica
Que hoje, pela indiferença, é cada um de nós.

 - refiz pra amenizar, pq quando fiz a 1ª versão estava muito mesmo
chocada, depois de uma aula de filosofia e discutindo a influência da mídia na subjetividade infantil e como ela está sendo deletéria para a formação das identidades, desconstruindo toda educação que se quer fazer para orientar e propriciar a construção de indivíduos saudáveis preparando-os para enfrentar os desafios inerentes da vida. A banalização do sexo, a violência e suas vertentes vem fornecendo material desestruturante. Exemplo disso é a própria violência presenciadas nas ruas, escolas e lares. Também verifica-se a dificuldade de relacionamentos entre os jovens, que não se entendem e não possuem paciência para dialogar as diferenças. A quebra da tradição e do respeito à hierarquia, que sendo utilizada de forma ingênua e irreflexiva como tem acontecido só favorece a frustação e falta de adaptabilidade, causando doenças como neuroses, sindrome do pânico e depressão. etc, etc, etc
Maria Rita Pereira
Enviado por Maria Rita Pereira em 03/09/2007
Reeditado em 03/09/2007
Código do texto: T637394

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite e nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Rita Pereira
São Paulo - São Paulo - Brasil
108 textos (3632 leituras)
1 e-livros (87 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 18:59)
Maria Rita Pereira