Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LOBO SOLITÁRIO!!!

Sentado próximo à campina
Observando ervas crescerem
Limpando as cinzas de minha alma

Você está sozinho novamente
Porque o relógio funciona mesmo quando meu mundo não está girando?
Em pedaços foi quebrado meu coração

Na brisa fria em que caminho sozinho, as memórias das gerações queimam dentro de mim.
Desde que eu gritei a dor da tristeza
Eu viverei e morrerei com orgulho que meus antepassados me deram

Luz marcante nada para se ver
Como uma vida milagrosa começa a dor
Eu estou sempre no limite e encarando fixamente a lua que deveria estar sobre mim

Agora os sinos da esperança estão soando, anjos choram novamente.
Ouço sua voz na porta para o vento transformando-se em sangue
Abrigado pelas densas nuvens, clareei as sombras de meu coração.

Eu, depois de tudo, apenas um homem solitário um coração solitário!
Estou pronto para me render flutuando no destino
Lembro-me dos momentos a vida era muito fria para romance

Fecho meus olhos trovões não irão parar, para sempre, assim será.
Grito alto indo em frente caminhando sobre a luz da lua.
Sem arrependimento, o sentimento está acabado.

Para o futuro os dias estão no lugar do passado
Existe algum lugar a me esperar? Em algum lugar que eu pertenço, eu viverei sempre desta maneira?
De meu coração desaparece a última lembrança de seu rosto contido e amável

Que o destino traga-me algo mais que um coração partido
Coloco minhas mãos em meu coração sangrando, eu estou deixando tudo para trás não estou mais esperando.
Eu tentei por tanto tempo!

Cicatrizes em meu rosto pernas cansadas de andar nessa terra, eu estou morrendo sozinho.
Eu sigo meu caminho na noite escura, sobre a chuva fria.
Uivando como um lobo solitário da montanha

Sou um lobo da noite, que uiva sobe a lua cheia nessas noites desoladas.
Sou um andarilho que caminha pelo frio caminho da solidão
EU SOU A FÚRIA TEMPESTUOSA QUE RUGE NOS CÉUS!

                                                      (Tiago André Brêta Izidoro)
Tiago André
Enviado por Tiago André em 05/09/2007
Código do texto: T639113
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Tiago André
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 29 anos
52 textos (2214 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/17 23:09)
Tiago André