Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Liberdade presa

A liberdade é singela
Quando nos braços da saudade
Fadiga a emoção constante
Salienta a dor
E o dengo da solidão
Ao se encontrar na imensidão.
Brincar com fogo
Quando dói o coração
Ser mensageiro das palavras
Enquanto pensam ser ladrão.
Furtar a emoção alheia
Gera náuseas nas entranhas
Então o que fazer?
Suspirar sem ar,
Mas que ar, só sufoca.
Nem a liberdade é livre
Nem o sorriso é de alegria,
Pois só o amor simplesmente
É quem nos contagia.




ZUKER
Enviado por ZUKER em 09/09/2007
Reeditado em 09/09/2007
Código do texto: T645093

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ZUKER
Fortaleza - Ceará - Brasil, 40 anos
503 textos (16142 leituras)
4 e-livros (79 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 05:22)